Animais de fazenda: tipos, características e exemplos

0
68


Quais informações você encontrará neste artigo?

Animais de fazenda são aqueles que eles são criados em áreas rurais, como campos, fazendas ou ranchos. São espécies domesticadas que coexistem com os humanos e fornecem o alimento e a pele de que todas as pessoas precisam para sobreviver.

Animais de fazenda contribuíram para tornar a vida humana mais confortável

Em geral, esses tipos de animais se adaptaram muito bem ao convívio com as pessoas, gerando uma relação de troca onde o ser humano se encarrega de sua alimentação e lhes proporciona um espaço para que possam se sentir confortáveis, enquanto os animais fornecem produtos essenciais. como carne, ovos ou lã.

animais de fazenda o que são

Os animais de fazenda fazem parte da história da humanidade, graças a eles o ser humano pode sobreviver e suprir nossas necessidades.

A importância dos animais de fazenda

Os animais de fazenda desempenharam um papel imensurável, especialmente antes da revolução industrial, pois se tornaram uma parte importante do sustento da humanidade por milhares de anos.

Os animais de fazenda não podem ser subordinados a um pequeno grupo de espécies, pois a criação desses animais depende das condições climáticas e, nos casos de fazendas comerciais, a demanda do mercado também desempenha um papel fundamental em relação ao tipo de animais que serão criados.

Entre os principais usos que os seres humanos têm dado aos animais de fazenda estão:

  • Os animais de fazenda são utilizados para facilitar as tarefas físicas de grande demanda física dentro de uma fazenda, como o transporte de cargas pesadas, mercadorias, o deslocamento de outras pessoas e na hora de preparar as condições ideais da terra através do arado.
  • Eles fornecem uma quantidade significativa de produtos como carne, leite, peles e ovos, que de outra forma teríamos que encontrar caçando outros animais muito mais perigosos.
  • Animais de fazenda podem ser introduzidos como uma espécie de controle natural de pragas, pois eliminam um grande número de insetos como parte de sua dieta natural, desta forma é possível otimizar sua criação em uma relação ganha-ganha.

Quais são os principais animais de fazenda?

Numa quinta podemos encontrar um vasto conjunto de animais dos mais diversos, desde vacas, cavalos, porcos e patos, a ovelhas, galinhas e muitas outras espécies.

Os animais de fazenda foram domesticados para aproveitar ao máximo todas as suas propriedades e, assim, atender às necessidades básicas do ser humano.

Aqui estão alguns dos animais mais comuns que você pode encontrar em qualquer fazenda:

A vaca

É um dos primeiros animais que vem à mente quando pensamos em atividades de exploração bovina que são realizadas em uma fazenda. A vaca é um mamífero que pode atingir um tamanho grande, está relacionada a uma espécie de animal chamada bovídeos que se caracteriza por possuir chifres formados por ossos, seu nome científico é “Bos primigenius taurus”.

Tanto a vaca quanto seu par masculino, o touro, historicamente foram domesticados por milhares de anos para aproveitar ao máximo suas partes, inicialmente foram as tribos nômades da Ásia e do Oriente Médio que começaram a criar rebanhos de vacas e depois essa atividade acabou se expandindo pelo mundo.

A vaca é um animal extremamente versátil que pode ser usado para produzir leite fresco do qual é possível obter uma grande variedade de subprodutos, como queijo, creme, manteiga e muitos mais.

Uma grande variedade de cortes pode ser obtida de sua carne, e até mesmo seus ossos e órgãos como coração, língua, cérebro, pulmões e olhos são usados ​​para preparar vários pratos. Seu couro também é muito valorizado na indústria têxtil, marroquinaria e curtumes, pois quando tratado pode-se confeccionar todo tipo de vestuário, como sapatos, jaquetas e chapéus.

Nas atividades relacionadas à agricultura, as vacas, e mais especificamente os bois, têm sido usadas para arar os campos antes de cada colheita. Embora existam hoje tratores e equipamentos de lavoura modernos, muitas pequenas propriedades continuam a usar bois para realizar a preparação da terra para o plantio de suas colheitas.

animais de fazenda vacas

Ovelha

É um animal de casco fendido, que possui um sistema digestivo composto por vários estômagos e por sua vez o classifica como espécie ruminante. Assim como a vaca, a ovelha foi domesticada há muito tempo entre nós humanos, para aproveitar ao máximo todas as suas características.

A ovelha passa por vários processos numa exploração que permite obter o seu leite, que é utilizado para preparar produtos lácteos como o queijo, enquanto a sua carne tem um sabor único muito agradável. Os pedaços de carne de animais com menos de dois anos são conhecidos como cordeiro e são muito procurados tanto pela sua alta qualidade quanto pelo seu sabor excepcional.

Por outro lado, é possível desfrutar de sua lã através de lascas, esta fibra é extremamente quente e útil para fazer blusas, meias e flanelas, além de resistir a elementos naturais como neve ou chuva.

ovelha

Cavalo

Os cavalos pertencem à família dos equídeos, que se caracterizam por serem mamíferos herbívoros de casco fendido, no entanto, o cavalo difere destes por possuir um único casco nas patas. Caracteriza-se por ter um porte esplêndido, a presença de longas crinas e seu pescoço, além de ser arqueado, também possui um comprimento considerável.

Os cavalos evoluíram para ocupar grandes planícies, são dotados de pernas realmente poderosas que lhes permitem alcançar velocidade suficiente para escapar de seus principais predadores.

A domesticação do cavalo remonta a quase 5.500 anos atrás, quando os povos nômades do Cazaquistão começaram a criá-los em vários rebanhos. Principalmente seu uso se limitava a fazer parte do meio de transporte, mas logo as pessoas perceberam seu poder e velocidade e começaram a ser usadas como montaria na guerra.

Hoje os cavalos ainda são usados ​​como meio de transporte, porém, graças ao uso generalizado do veículo, os cavalos tornaram-se parte da tradição de muitos povos. Inúmeras espécies de cavalos são criadas para serem comercializadas como bem de luxo, pois são exemplares de grande beleza.

cavalos

Frango

Com cerca de 16 bilhões de exemplares, a galinha é uma das espécies de animais de fazenda mais numerosas do planeta. Esta ave pertencente à família Phasianidae, vem do Sudeste Asiático. A fêmea é conhecida como galinha e o macho é chamado de galo.

A criação deste animal de quinta é feita principalmente para o fornecimento de carne e ovos. Do ponto de vista industrial, existem grandes complexos concebidos como fazendas e dedicados à exploração em larga escala de seus ovos, à comercialização de sua carne para cadeias produtivas e ao uso de suas penas como matéria-prima para fertilizantes.

Infelizmente, em muitos países, um grande número de pessoas sem consciência cria galos de briga, com o objetivo de fazê-los lutar até a morte. Por outro lado, as raças de luxo que são usadas como animais ornamentais também foram domesticadas.

Do ponto de vista anatômico, as galinhas apresentam um caso marcante de dimorfismo sexual onde o galo é muito maior que a galinha, apresenta bela plumagem colorida e crista pronunciada, enquanto a galinha tem um tom de penas mais baço. Muito pequeno.

galinhas

Carne de porco

El cerdo doméstico proviene evolutivamente del jabalí salvaje, el cual fue domesticado hace más de 13 mil años por el ser humano en el medio oriente, desde allí a través de la comercialización y la migración masiva llegó siglos después hasta Europa donde su domesticación se extendió en todo o mundo.

Em geral, os suínos de granja têm um corpo pesado, pois são criados para engorda e posterior comercialização de sua carne e órgãos. Tem um focinho grande e se adaptou muito bem para obter sua principal fonte de alimento, por outro lado, suas pernas são curtas em relação à proporção do resto do corpo.

A pele do porco é bastante grossa e áspera, isso permite que eles se protejam do ataque de possíveis predadores. Foi cruzado geneticamente para obter raças de porcos que podem ser mais produtivas e rentáveis, os porcos podem se reproduzir em períodos de tempo muito curtos e geralmente dão à luz grandes ninhadas. Atualmente um porco com a alimentação e cuidados necessários pode viver cerca de 15 anos.

Na natureza, os porcos tendem a se alimentar de vegetais em grande abundância, no entanto, sua dieta quando domesticados muda drasticamente de herbívoro para onívoro, que se alimenta de porções generosas de carne enriquecida com vegetais e outros suplementos.

O porco pode ser usado para consumir ou comercializar sua carne, preparar banha, presunto, enquanto sua pele é usada para fazer sapatos e malas. Seu cabelo é usado ativamente na fabricação de escovas.

porcos

Peru

Também conhecido como peru ou peru selvagem, o nome científico desta ave é Meleagris gallopavo e atualmente seu habitat natural é em grande parte em áreas densamente florestadas em países da América do Norte, como México e Estados Unidos.

Civilizações pré-colombianas como os maias e os povos nativos americanos usavam amplamente esse animal de fazenda como parte de sua dieta regular, suas penas eram usadas para fazer seus vestidos. Após a chegada dos espanhóis, esta ave foi levada para a Europa onde foi domesticada e tornou-se muito popular no resto do velho continente.

Por outro lado, os ingleses aprenderam sobre esse tipo de animal graças aos colonos que invadiram o que hoje é conhecido como Estados Unidos, onde cruzaram uma espécie selvagem dos Apalaches com o peru de fazenda para produzir uma raça chamada “tan”.

O peru era um prato de luxo antes do século 20, pois não havia método industrializado para criá-lo e havia inúmeras doenças que dizimaram sua população, o que encareceu a produção dessa ave.

Com a chegada da revolução industrial, o peru tornou-se um prato popular que podia ser comprado pela maioria das pessoas, pois foram desenvolvidas cadeias de frio que permitiram que ele fosse conservado por mais tempo, podendo ser exportado para todo o mundo. Tudo isso, sem dúvida, impulsionou a redução de seu custo.

perus

Truta

Nem todas as fazendas estão localizadas em terra firme, por exemplo, no caso da piscicultura, os peixes são cultivados em vastas extensões marítimas. No entanto, fazendas menores também podem criar peixes, como trutas, em tanques médios e pequenos, para consumo próprio ou para venda às cadeias de suprimentos locais.

As trutas geralmente habitam água doce e clima frio, então originalmente é possível encontrar cardumes bastante grandes no norte da Europa e América, eles também foram avistados em algumas áreas da Ásia. Foi introduzido em outras áreas, como os Andes venezuelanos, Argentina, Chile, Colômbia, Peru ou Nova Zelândia.

Em geral, as trutas têm uma dieta composta por animais invertebrados moles, como vermes, baratas, insetos e pequenos crustáceos. No entanto, as espécies maiores e maiores, como a truta marrom, preferem comer outros peixes menores.

Conheça um pouco mais sobre os animais de fazenda, suas principais características, os diferentes tipos de animais que podem ser encontrados em uma fazenda e sua importância para a subsistência da humanidade.