Constipação na gravidez, como evitá-la?

0
38


Quais informações você encontrará neste artigo?

É normal que quando engravidemos o nosso corpo inicie um processo de adaptação através de alterações que geralmente podem causar-nos desconfortos, alguns dos quais inevitáveis, mas para outros podemos recorrer a diferentes tratamentos que nos podem ajudar a aliviá-los.

Pelo menos 1 em cada três mulheres grávidas sofre de prisão de ventre

A constipação na gravidez é mais comum do que imaginamos, de fato, um estudo publicado pelo American College of Obstetricians and Gynecologists revelou que cerca de 50% das mulheres grávidas se sentirão constipadas em algum momento durante a gravidez. Segundo esta pesquisa, 24% das mulheres apresentarão constipação no primeiro trimestre da gravidez, 26% no segundo trimestre e 16% no último.

Portanto, é normal que durante a gravidez comecemos a notar dificuldades para ir ao banheiro, mas por isso não devemos esperar que o desconforto desapareça sozinho. Neste artigo, podemos encontrar tudo o que precisamos saber para prevenir e tratar a constipação na gravidez.

O que é constipação?

Na realidade, a constipação não é considerada uma doença como tal, mas sim um sintoma de outra condição ou uma consequência de hábitos alimentares que afetam a função intestinal normal.

A constipação é uma alteração do intestino grosso como resultado da retenção excessiva de água que leva a fezes duras, tornando a sua expulsão muito difícil, dolorosa ou pouco frequente.

prisão de ventre na gravidez

A constipação na gravidez se deve principalmente às mudanças fisiológicas que nosso corpo sofre

O que causa prisão de ventre na gravidez?

De acordo com uma pesquisa realizada pela Sociedade Espanhola de Ginecologia e Obstetrícia em 2014, a constipação aparece em pelo menos 1 em cada 3 mulheres grávidasque se deve principalmente às mudanças fisiológicas que nosso corpo sofre devido à gravidez.

É comum termos dificuldade de ir ao banheiro durante a gravidez.

Porém, de acordo com o estudo, existem alguns fatores que favorecem ainda mais o seu aparecimento:

1. Progesterona

No topo da lista de fatores que podem causar prisão de ventre na gravidez está a progesterona, hormônio que nosso corpo produz em grande quantidade durante a gravidez para relaxar os músculos do útero, mas seu efeito também se estende ao sistema digestivo, principalmente ao intestino , retardando o movimento dos alimentos através da musculatura intestinal.

2. Aumento da absorção de água

Como nosso corpo precisa de mais água durante a gravidez, absorvemos o máximo possível dos alimentos que ingerimos. É assim que a comida que já foi drenada se transforma em fezes mais duras e difíceis de evacuar.

3. Crescimento do Útero

O crescimento do útero à medida que a gravidez avança também é causa de prisão de ventre, devido à pressão que exerce no nosso sistema digestivo, comprimindo assim os intestinos, retardando ainda mais o trânsito das fezes. E essa pressão tende a piorar durante o último trimestre, tornando-nos mais propensos à constipação na gravidez nesta fase.

4. Ingestão de ferro

Além de todas as causas que se originam das alterações em nosso corpo devido à gravidez, existem fatores externos que também podem contribuir para nos fazer sentir constipados, como o consumo de suplementos de ferro, que em altas doses podem causar constipação ou piorá-la se já apresentamos os incômodos.

Sintomas de prisão de ventre na gravidez

prisão de ventre na gravidez

Inchaço e sensação de peso são os principais desconfortos da constipação na gravidez.

Inchaço e sensação de peso são os principais sintomas da constipação, mas não são os únicos que podemos sentir. Entre a lista de desconfortos da constipação temos:

  • Incapacidade de evacuar mais de três vezes por semana
  • Esforço e dor ao passar fezes
  • Sensação de evacuação incompleta
  • Sensação de obstrução ou bloqueio
  • fezes duras
prevenir prisão de ventre na gravidez

Comer alimentos ricos em fibras, como frutas e legumes, previne a constipação na gravidez

Há várias coisas que podemos fazer para evitar que a constipação se torne uma dor de cabeça durante a gravidez.

1. Beba muita água

Beba 8 copos de água por dia Isso nos permitirá melhorar o funcionamento do nosso sistema digestivo. Beber um copo de água à temperatura ambiente com o estômago vazio todas as manhãs também é uma medida altamente recomendada.

2. Coma alimentos ricos em fibras

O problema vai melhorar se começarmos incluir frutas, legumes e outros alimentos ricos em fibras em nossa dieta, pois estes funcionam como laxantes naturais. Passas, cenouras, alguns sucos de frutas, pão integral e cereais de farelo são boas escolhas.

3. Verifique o nível de ferro nas vitaminas

Se as vitaminas que consumimos têm altas doses de ferro, podemos consultar nosso médico para ver se é possível tomar um suplemento com menos ferro ou diminuir a dose enquanto resolvemos a constipação.

4. Mantenha-se ativo

O fato de estarmos grávidas não é um impedimento para o exercício, pelo contrário, fazer exercícios cardiovasculares como caminhar, nadar ou ioga não só nos ajudará a prevenir ou reduzir a constipação, mas também nos fará sentir mais saudáveis ​​e em maneira.

5. Consulte o médico

Se a constipação for persistente e os sintomas piorarem então devemos consultar nosso médico para que ele prescreva os tratamentos que ele necessita no nosso caso. No entanto, a combinação de dieta e exercício será sempre a melhor opção.

Esta nota foi avaliada, revisada e endossada pela Dra. Katherine Villalobos Sanchez Médico especialista da Universidade de Zulia (CMMDC 17.060 | MPPS 111.488)