O que é cibersegurança?

0
53


Ciclos de SQL como se usan
Ciclos de SQL como se usan

Com a expansão da conectividade global, mais e mais ameaças digitais estão surgindo. Vimos algumas grandes violações de dados nos últimos anos, como a da Cambridge Analytica em 2018. E apesar dos inúmeros esforços para evitá-los, quase todas as empresas, independentemente do tamanho, estão em risco.

A boa notícia é que existem muitas maneiras de garantir que seus dados permaneçam sãos e salvos.

Vamos considerar o que é segurança cibernética e descobrir técnicas práticas para manter os criminosos da Internet afastados.

O que é segurança cibernética??

A cibersegurança é o ação para proteger informações e dados armazenados em dispositivos eletrônicos e na nuvem. Isso inclui proteção contra malware, ataques de negação de serviço e muitas outras ameaças.

Sem medidas adequadas de segurança cibernética, as empresas estão colocando suas informações confidenciais em risco. Não apenas eles podem perder seus dados, mas outra pessoa pode usá-los com más intenções.

Um dos maiores problemas é que novas ameaças surgem a cada dia. Hackers criam 300.000 novos programas maliciosos a cada 24 horas. Portanto, não importa quanto esforço alguém tenha feito para se manter seguro, proteger todos os dados é quase impossível.

É exatamente por isso que a importância da segurança cibernética continua a aumentar.

Como funciona?

Para criar uma defesa unificada contra possíveis ataques, os especialistas em segurança cibernética seguem uma série de etapas. Isso inclui três etapas principais:

  • Identificação de ameaças – Todo bom processo de segurança cibernética começa com especialistas detectando ameaças em potencial. Eles fazem isso por meio da investigação de violações de dados e do monitoramento persistente da Internet para novos ataques cibernéticos.
  • análise de ameaças – Uma vez identificados, é hora de os especialistas examiná-los mais de perto. Eles podem determinar a probabilidade de infecção e o risco potencial que isso representa. Agora é possível desenvolver e tomar medidas preventivas posteriores.
  • Responda às ameaças – As contramedidas desenvolvidas são colocadas em prática para prevenir e mitigar efetivamente qualquer dano. Empresas preparadas geralmente têm planos de violação de dados. Isso inclui a coleta, manutenção e divulgação de informações sobre segurança cibernética e a implementação de medidas preventivas.

Categorias de segurança cibernética

A segurança cibernética é dividida em várias categorias. Esses incluem:

segurança cibernética da rede

A segurança de rede protege a integridade, acessibilidade e confidencialidade dos dados transmitidos pelas redes corporativas. Ele protege os dados armazenados nos dispositivos conectados a eles.

Sem proteção de segurança cibernética, os invasores podem interceptar arquivos e informações compartilhadas entre computadores em rede. Isso pode incluir qualquer coisa, desde senhas e números de cartão de crédito até segredos comerciais mantidos por empresas.

segurança do aplicativo

Outra coisa que a segurança cibernética faz é proteger informações confidenciais no nível do aplicativo. Geralmente, os usuários devem implementar todas as medidas antes de implantar um aplicativo.

Uma das principais táticas de proteção cibernética é o uso de senhas fortes. Seja uma conta pessoal ou comercial, encontrar uma combinação difícil de quebrar é extremamente importante.

Os aplicativos mais seguros geralmente incluem autenticação de dois fatores, perguntas de segurança e outras medidas semelhantes.

segurança na nuvem

Hoje, a maioria dos nossos dados está na nuvem. Na verdade, desde que o armazenamento na Internet se tornou onipresente e acessível, muitas pessoas raramente usam discos rígidos locais.

O aspecto mais crítico da segurança da informação cibernética para a tecnologia em nuvem inclui a seleção do armazenamento baseado na Internet mais seguro. A plataforma escolhida pela empresa deve ser a mais segura possível.

Algumas das melhores opções disponíveis são Google Drive, Microsoft OneDrive ou Apple iCloud.

Observe atentamente os recursos de segurança de armazenamento de dados e os planos de backup ao escolher um.

Segurança da Internet das Coisas

Os ecossistemas modernos da Internet das Coisas (IoT) são bastante complexos. Empresas em quase todos os setores têm máquinas e dispositivos que se conectam por meio de redes móveis e enviam dados para aplicativos na nuvem.

Como você pode imaginar, muitos hackers estão mais do que prontos para explorar qualquer vulnerabilidade do sistema.

O problema é que, com diferentes dispositivos e tipos de dados, não existe uma solução única para todos. É por isso que as empresas que implementam a IoT precisam identificar os pontos mais fracos em seu sistema e encontrar componentes de segurança cibernética que possam preencher essas lacunas de segurança.

segurança operacional

A segurança operacional é o processo de proteção das atividades diárias da empresa.

Identifique e implemente etapas comprovadas para ajudar as empresas a combater possíveis invasores e implementar contramedidas para proteger dados confidenciais.

A segurança operacional também inclui a educação de segurança cibernética dos funcionários e a não divulgação de informações confidenciais nas mídias sociais.

Tipos de ameaças à segurança cibernética

Existem várias maneiras de acessar ilegalmente os dados de alguém. Da mesma forma, as razões por trás dos ataques podem variar. Por exemplo, as ameaças podem vir de um hacker solitário com rancor, ciberativistas com uma causa, organizações criminosas ansiosas para roubar ou até espiões industriais buscando uma vantagem sobre a concorrência.

Saber quais são as ameaças é fundamental para obter uma melhor compreensão dos conceitos de segurança cibernética. Vamos dar uma olhada no mais comum deles:

  • malware – O termo malware é frequentemente usado quando se fala de ameaças da Internet. É um nome amplo para uma ampla variedade de modus operandi. Isso inclui vírus, cavalos de Troia, spyware, ransomware, worms e muito mais.
  • Roubo de identidade – Este é um dos truques mais antigos do livro. Trata-se de usar o engano para roubar informações confidenciais. Nos negócios, os invasores costumam usar phishing para se infiltrar na rede de uma empresa e roubar informações importantes. Eles geralmente são manipuladores mestres, confiando no erro humano para ajudá-los a alcançar seus objetivos.
  • Keylogger – Assim como uma câmera de vigilância oculta, um keylogger pode registrar e rastrear todas as informações confidenciais inseridas por um usuário. Essas coisas são fáceis de se infiltrar em um dispositivo e difíceis de detectar.
  • negação de serviçoEsse tipo de ataque inunda uma máquina de destino com mensagens que ela não pode processar. Muitas vezes, esse spam se torna muito pesado e o sistema para de aceitar novas conexões ou solicitações. Isso pode ter um impacto significativo nas operações de qualquer negócio. Prevenir e responder a ataques DoS é um dos principais aspectos de um sistema de segurança de TI eficaz.
  • respingo de senha – Esse tipo de ataque de força bruta envolve a inserção maliciosa de muitas senhas em diferentes contas de usuário para obter acesso.
  • kit raiz – Embora não sejam maliciosos, os rootkits podem se infiltrar em um computador com malware. Eles também podem bloquear alguns softwares antimalware e antivírus, permitindo que o malware infecte seu alvo.
  • Ataques man-in-the-middle – Às vezes, os criminosos da Internet conseguem interceptar ou até mesmo se passar por um indivíduo ou grupo. Ao fazer isso, eles podem roubar informações confidenciais e usá-las para realizar transferências de fundos não aprovadas e alterações de senha.

Práticas recomendadas de segurança cibernética

Proteger uma empresa contra ataques cibernéticos pode ser bastante complicado. Você nunca sabe o que os criminosos da Internet desenvolverão e usarão em seu próximo ataque.

Felizmente, alguns aspectos da segurança cibernética não são difíceis de implementar. A maioria das empresas deve ser capaz de incorporar medidas em suas operações com o mínimo de esforço.

Então quais são os melhores práticas para usar?

Vamos considerar algumas das abordagens mais populares.

Estar atualizado

As empresas de software fornecem atualizações regulares que permitem novos recursos, atualizações de segurança e correções para quaisquer bugs descobertos. A aplicação de patches é fundamental para acompanhar as medidas críticas de segurança.

treinamento de funcionário

O erro humano é a causa da maioria dos crimes cibernéticos. Apesar de todos os avanços tecnológicos, as pessoas continuam sendo um dos elos mais fracos do sistema. Há momentos em que até as tecnologias de segurança cibernética mais sofisticadas são vítimas de erro humano. Os avanços na IA estão avançando na redução das chances de erro humano.

Preparando-se

Enquanto os dispositivos de uma empresa tiverem conectividade com a Internet, é impossível estar 100% seguro contra ameaças cibernéticas. No entanto, com software antimalware e antivírus capaz, a vulnerabilidade pode ser bastante reduzida.

Ativar autenticação de dois fatores

Muitas plataformas agora têm autenticação de dois fatores para minimizar o risco de roubo de dados. Essa tecnologia de segurança cibernética combina proteção por senha com um identificador exclusivo adicional. Estes incluem códigos de uso único enviados por e-mail ou SMS.

Evite abrir e-mails suspeitos

Todos nós recebemos e-mails que parecem suspeitos. Abri-los pode ser um grande erro, principalmente quando se usa um computador da empresa. Um clique é suficiente para infectar uma rede inteira de máquinas. É melhor jogar esse e-mail na lixeira ou na caixa de spam.

Embrulhar

Dito isso, você não pode ignorar a importância da segurança cibernética. Os bandidos, também conhecidos como hackers de chapéu preto e outros atores maliciosos, podem acessar quase tudo na Internet sem tomar medidas preventivas.

Isso inclui os detalhes de registro do seu site ou credenciais de compras online. Estamos falando de nomes, endereços e até mesmo números de cartão de crédito. Ninguém quer ser exposto.

Felizmente, a maioria das empresas agora toma medidas claras e concretas para evitar métodos invasivos de hackers e proteger seus dados.

As informações acima podem ajudar todos a aprender tudo sobre segurança cibernética. Portanto, preocupe-se menos e comece a implementar medidas de proteção imediatamente.

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES.

O que a cibersegurança faz?

O papel da segurança cibernética é proteger as informações das ameaças da Internet. Geralmente se refere à proteção de empresas e organizações contra perda de dados, mineração, chantagem e outros riscos semelhantes.

Posso aprender segurança cibernética por conta própria?

Sim, você pode obter conhecimento de segurança cibernética educando-se. Muitos sites oferecem recursos gratuitos que você pode acessar com apenas alguns cliques. Alguns atendem a pessoas que procuram aprender por conta própria, enquanto outros apoiam cursos e diplomas organizados.

Quem precisa de cibersegurança?

Muitas empresas, organizações e governos precisam de segurança cibernética. As pessoas também podem se beneficiar tomando medidas de proteção. Você pode aprender mais no guia de segurança cibernética acima.

O post O que é cibersegurança? apareceu primeiro em Daily Report.