HomePtTendênciaA inteligência é herdada das mães e a ciência comprova isso!

A inteligência é herdada das mães e a ciência comprova isso!


Quais informações você encontrará neste artigo? 👇

À medida que os filhos crescem, é comum que os pais queiram assumir aquelas características positivas que os definem. Seja sua aparência, seu caráter ou sua personalidade, os pais sempre tendem a competir para reconhecer quem foi que herdou esses genes brilhantes. No entanto, quando se trata da inteligência das crianças, não há discussão, pois as mulheres são as principais responsáveis ​​pela transmissão dos genes relacionados à inteligência.

Entre 40 e 60% da inteligência depende de genes herdados

Segundo pesquisas recentes, as crianças são mais propensas a herdar a inteligência da mãe do que do pai, isso porque se descobriu que os genes da inteligência estão no cromossomo X. Além disso, estudos antigos desenvolvidos pela Universidade de Cambridge foram também capaz de confirmar que são os genes da mãe que fornecem mais informações para o desenvolvimento de estruturas cerebrais associadas ao pensamento e às operações mentais.

Entre 40 e 60% da inteligência depende de genes herdados, então a estimulação, a educação e o meio ambiente desempenham um papel muito importante no desenvolvimento da inteligência, por isso a estimulação precoce em seu bebê é muito importante.

Genes condicionados são a prova científica da herança materna

Para chegar a essa descoberta incrível, pesquisadores da Universidade de Cambridge trabalharam com embriões de camundongos modificados com o objetivo de reproduzir apenas os genes da mãe ou os genes do pai. Mas, quando tentaram transferir esses embriões para o útero de uma fêmea de roedor, eles morreram.

Dessa forma, descobriram que existem genes condicionados que são ativados apenas quando herdados pela mãe, que são essenciais para o bom desenvolvimento do embrião. Uma vez que eles descobriram isso, eles foram capazes de observar que ambos genes maternos e paternos estão concentrados em diferentes partes do cérebroo que significa que eles governam diferentes funções e processos cognitivos.

Existem genes condicionados que são ativados apenas quando são herdados pela mãe

As células que tinham os genes paternos estavam mais presentes no lado emocional do cérebro, que está associada a diferentes funções de sobrevivência, como alimentação, sexo e agressividade. No entanto, os cientistas não encontraram nenhum gene parteno no córtex cerebral, área onde se encontram as estruturas que desenvolvem as funções cognitivas mais complexas, como inteligência, pensamento, tomada de decisão, linguagem, entre outras.

mãe com filha feliz

Os genes de inteligência estão localizados no cromossomo X.

Novos estudos e novas descobertas

Anos após as descobertas da Universidade de Cambridge, o cientista Robert Lehrke também conseguiu descobrir que grande parte da inteligência que é herdada nos bebês depende do cromossomo X, então ele concluiu que as mulheres, tendo dois cromossomos X, são mais propensas a herdam características relacionadas à inteligência.

Após 12.686 entrevistas com jovens, eles descobriram que o indicador que determinava a inteligência era o QI da mãe.

No entanto, a pesquisa que mais chamou a atenção da comunidade científica foi a realizada pelo Unidade de Ciências Sociais e de Saúde Pública do Conselho de Pesquisa Médica Da Escócia. Neste outro estudo, foram estudadas cerca de 12.686 entrevistas com jovens entre 14 e 22 anos e, após levar em conta vários fatores, descobriram que o indicador que mais influenciou a previsão da inteligência foi o QI da mãe.

O ambiente também influencia a inteligência

Embora tudo pareça indicar que a inteligência é de fato herdada dos genes da mãe, ela não é 100% genética. Existem muitos estudos que revelam que a mãe também desempenha um papel importante no desenvolvimento cognitivo de seus filhos, nesse sentido, uma pesquisa da Universidade de Washington mostrou que o apego e o forte contato físico e emocional entre mãe e filho, também ajuda o desenvolvimento físico do cérebro.

O apego, o contato físico e o vínculo emocional entre mãe e filho ajudam no desenvolvimento físico do cérebro

Isso porque, por meio do apego, as crianças se sentem mais seguras para explorar o seu entorno e ter confiança suficiente para enfrentar os problemas e resolvê-los. De fato, segundo este estudo, aquelas crianças de 13 anos que receberam os estímulos que promoviam suas necessidades afetivas e intelectuais, tinham o hipocampo do cérebro (uma área relacionada à memória e ao aprendizado) muito maior que o resto.

Em conclusão, todas as crianças que foram criadas com um apego seguro são mais perseverantes e mais confiantes na resolução de problemas do que aquelas que não são cuidadas emocionalmente.

mãe carregando seu filho

Atender às necessidades emocionais e intelectuais das crianças é muito importante.

Em que proporções a inteligência é herdada?

Os pesquisadores estimam que entre 40 e 60% da inteligência depende dos genes, o que significa que o ambiente, a estimulação e as características pessoais desempenham um papel muito importante no restante percentual que compreende nossas habilidades intelectuais.

Para ler mais sobre estimulação precoce

A inteligência é a capacidade que temos de resolver os problemas da melhor forma, e para isso precisamos do uso de todas as áreas do nosso cérebro, pois a intuição e as emoções também influenciam, ou seja, aqueles aspectos que são herdados do pai.

Embora a inteligência seja herdada da mãe, os filhos precisam de nós para estimulá-los e dar-lhes espaço para seu desenvolvimento e crescimento

Lembre-se que, embora parte da inteligência seja herdada, eles precisam de nós para estimulá-los e desenvolver todas as suas habilidades com novos desafios que os ajudem a aumentar suas habilidades e expressar todo o seu potencial. Embora o principal vínculo que desenvolvemos seja com as mães, os pais também podem contribuir de forma muito positiva para o desenvolvimento dos filhos, bastando motivá-los.

Must Read

%d bloggers like this: