Chrome e Firefox removeram o suporte a FTP – aqui está uma alternativa fácil

0
30


Estúdio DG / Shutterstock.com

Se você confia no Google Chrome ou no Mozilla Firefox para navegar em sites FTP, deve ter notado que ele não funciona mais. Ambos os navegadores desabilitaram seus clientes FTP integrados em 2021. Veja por que e o que você pode fazer em vez disso.

FTP é antigo e é hora de seguir em frente

O Protocolo de Transferência de Arquivos (FTP) existe há mais de 50 anos, introduzido pela primeira vez em 16 de abril de 1971 na RFC 959. Ele tem sido um protocolo fundamental da Internet, permitindo transferências fáceis de arquivos em rede entre plataformas. vida útil.

Nas últimas décadas, os especialistas em segurança de computadores geralmente aconselham as pessoas a evitar o FTP sempre que possível. Por padrão, o FTP envia informações de login em texto não criptografado, o que significa que pode ser facilmente interceptado. Isso torna o servidor FTP muito mais fácil de hackear.

No entanto, existem alternativas seguras, como FTP sobre TLS (chamado FTPS) e FTP sobre SSH (chamado SFTP). Mas o Chrome e o Firefox nunca suportaram esses protocolos seguros.

RELACIONADO: Qual é a diferença entre FTPS e SFTP?

O Firefox removeu o suporte para FTP na versão 90, lançada em julho de 2021, e o Google Chrome removeu o suporte para FTP na versão 88 (janeiro de 2021) e removeu seu código FTP completamente, incluindo qualquer suporte para links FTP, na versão 95 em outubro de 2021. Chrome brincou pela primeira vez com A ideia de remover o suporte ao FTP remonta a 2018, mas ficou um pouco mais depois de receber o feedback do usuário.

Ao longo de um ano (de 2019 a 2020), a Mozilla mediu que cerca de 700.000 usuários ativos mensais do Firefox (de 220 milhões de usuários ativos mensais) abriram um link FTP pelo menos uma vez. Ou cerca de 0,32%, o que não era muito.

Cara Mendaftar Inmobi

Mas ainda existem alguns usuários de FTP por aí. Se você precisar de FTP, o que deve fazer?

Windows e Mac têm suporte FTP integrado

Boa notícia! Tanto o Windows (10 e 11) quanto o macOS suportam a conexão nativa com sites FTP, sem a necessidade de navegadores ou clientes. A mágica acontece no Explorador de Arquivos no Windows e no aplicativo Finder no Mac.

Para se conectar a um site FTP no Windows 10 ou Windows 11, abra o Explorador de Arquivos e digite o endereço do site FTP na barra de endereços na parte superior da janela. Você deve incluir o prefixo de protocolo “ftp://” antes do endereço, como ftp://ftp.apple.asimov.net e pressione Enter. Ao conectar, você verá os arquivos no servidor FTP listados como ícones em uma janela do Explorador de Arquivos.

Na barra de endereços do Explorador de Arquivos, digite o nome do site FTP e pressione Enter.

Em um Mac, abra o Finder e selecione Ir > Conectar ao Servidor. Na janela que aparece, digite o endereço FTP na caixa de endereço, como ftp://ftp.apple.asimov.net. Depois disso, clique no botão “Conectar”. Quando solicitado a inserir uma senha, selecione “Convidado” se desejar uma conexão tradicional “anônima”. Depois de se conectar, você verá o conteúdo do servidor em uma janela do Finder.

Em ambos os casos, no Windows e no Mac, você pode arrastar e soltar arquivos entre a janela do servidor FTP e uma pasta em seu PC para transferir arquivos (se as permissões do servidor permitirem). Você também pode se conectar a sites FTP por meio de vários gerenciadores de arquivos no Linux. Boa sorte e bons downloads!

RELACIONADO: Como acessar sites FTP e WebDAV no gerenciador de arquivos de qualquer sistema operacional