HomePtLÍNGUA E LITERATURAo que é, estrutura, como fazer, função e exemplos

o que é, estrutura, como fazer, função e exemplos

- Advertisement -
- Advertisement -
- Advertisement -
- Advertisement -

[ad_1]

Um comentário literário é uma análise que é feita a uma obra literária. Com licença

O que é comentário literário?

o comentário literário é aquele que é feito em torno de uma obra de literatura. O objetivo disso é analisar a obra além das palavras que podem ser vistas a olho nu. Por exemplo, você pode escrever um comentário sobre como o enredo de um romance revela a situação social de uma época ou como a vida do autor é evidenciada no texto.

O comentário pode ser baseado em um único elemento da obra ou podem ser analisados ​​os traços gerais. A escolha dependerá da pessoa que escreve o comentário.

Um comentário literário difere de outros tipos de comentário porque o literário limita a análise à obra e a considera um universo em si, abordando apenas os elementos que podem ser encontrados nela. No entanto, apesar da subjetividade, trata-se de uma análise baseada em uma leitura pessoal, mas baseada na própria obra.

Estrutura do comentário literário

Como qualquer outro texto escrito, o comentário deve apresentar:

– Uma introdução na qual se especifica a tese ou ideia a desenvolver.

– Um desenvolvimento em que o trabalho é comentado, analisado e criticado.

– Uma conclusão na qual os elementos mais importantes do comentário podem ser resumidos e afirmar ou refutar a tese.

Como fazer um comentário literário?

Antes de fazer um comentário literário, é fundamental entender a obra a ser analisada. Para isso, deve ser lida com atenção mais de uma vez, destacando as ideias relevantes e as características da obra que nos chamam a atenção.

Terminada essa fase, é decidido o tema específico a ser trabalhado e elaborado um plano de texto, que é um esboço geral do comentário.

Introdução

Os comentários literários são compostos por três partes: introdução, desenvolvimento e conclusão. Na introdução devem ser apresentados os dados gerais do trabalho a ser analisado: título, ano de publicação e autor. Uma breve biografia do autor pode ser incluída nesta parte, embora não seja necessária.

Ao final da introdução, deve-se encerrar com a proposta, que inclui o tema específico a ser analisado. Por exemplo, se você quiser fazer um comentário sobre o idioma usado, marque-o.

Em desenvolvimento

Frases de transição devem ser incluídas entre a introdução e o desenvolvimento, para que o texto flua naturalmente.

Nesta parte, devem ser incluídas as citações do trabalho que sustentam a tese do comentário. Deve-se notar que a citação não é suficiente, mas deve ser explicada. Uma opinião pode ser incluída, desde que justificada logicamente e no texto.

conclusão

Por fim, o texto é encerrado com a conclusão. Isso não deve ser uma repetição do que já foi dito no comentário, mas sim uma forma de reforçar os pontos mais importantes do que escrevemos.

Caso a tese tenha sido comprovada no comentário, ela será reafirmada através da conclusão. Se for provado que a tese está errada, ela será refutada na conclusão.

Função do comentário literário

– A principal função de um comentário literário é desenvolver uma análise crítica de uma obra.

– Muitas vezes ajuda a entender melhor.

– Relaciona a obra com o seu contexto histórico e literário.

– Serve como uma ferramenta pedagógica para ensinar os alunos a avaliar e analisar uma obra literária de forma crítica e objetiva.

Exemplos de Comentários Literários

“Quando você é velho”, de William Butler Yeats

Quando você está velho e grisalho e com sono

Nod perto do fogo, pegue este livro

e lê-lo sonhando com um olhar suave

que seus olhos tinham, e com suas sombras profundas;

e quantos seus momentos de alegre graça eles amaram,

e tua beleza, com amor falso ou sincero,

mas apenas um amou a alma peregrina que há em ti,

e amou as aflições de sua face mutável;

e encostado junto a grades em chamas,

ela sussurra, um tanto envergonhada, como foi o amor

passar pelas altas montanhas

e seu rosto escondeu um número infinito de estrelas.

Introdução

No poema “When you are old” (1895) de William Butler Yeats, o tema central é o amor. Isso é evidenciado através do uso de linguagem e imagens literárias.

Esses dois elementos se combinam para criar uma obra que representa a nostalgia e a depressão que um amor perdido gera. (Tese: linguagem e imagens literárias).

Em desenvolvimento

O poema começa apresentando a imagem de uma velha “velha e grisalha, e sonolenta”, que se senta perto do fogo lembrando “o olhar suave” que seus olhos outrora tiveram.

Esta mulher pega o livro com o poema de Yeats e relembra como ela já foi bonita. Essa cena dá força ao poema, pois estabelece o tom e a atmosfera que reinará no restante da obra: velhice, amores perdidos e lembranças. (Inclusão de citações).

Da mesma forma, Yeats usa uma série de símbolos para transmitir a mensagem. Um dos primeiros símbolos que ele usa é o fogo na lareira.

O fogo é brilhante e cheio de vida, mas no final vai queimar e acabar em cinzas. O significado oculto por trás disso é que nada dura para sempre. Como acontece com o fogo, a mulher também desaparecerá eventualmente (Desenvolvimento da tese).

O fato da mulher sussurrar tristemente como o amor foi embora, indica que ela rejeitou esse amor, então o fogo também pode representar o desejo de reviver essa paixão que já acabou.

Outros símbolos presentes no poema são as altas montanhas e as estrelas no firmamento. Esses dois elementos reafirmam a qualidade inatingível do amor da velha.

Esta senhora pode segurar um livro de Yeats e lembrar como era amar, mas seu objeto de amor não está mais ao seu alcance. (Desenvolvimento da tese).

A linguagem desempenha um papel muito importante. O poema é escrito na segunda pessoa do singular, o que lhe confere um toque de intimidade e também de tristeza, como se a voz do narrador soubesse das consequências das decisões dessa mulher e esperasse que ela tivesse agido de forma diferente. (Desenvolvimento da tese)

Os verbos estão no imperativo (“toma este livro e lê-o sonhando com o olhar meigo dos teus olhos”), que estabelecem uma ligação entre Yeats e a velha senhora, que perdura ao longo do tempo. (Desenvolvimento da tese, inclusão de citações)

conclusão

Este poema de Yeats é um exemplo de como integrar imagens e linguagens para transmitir emoções fortes nos leitores.

O uso de figuras sugestivas (símbolos) em vez de mensagens mais diretas confere à obra uma qualidade enigmática que agrada. (Reafirmação da tese)

Macbethde William Shakespeare (amostra de comentário e análise)

É uma das tragédias mais conhecidas do dramaturgo inglês. A trama gira em torno dos danos psicológicos e físicos que a ambição gera no ser humano, que busca o poder pelo poder. É uma obra de extraordinária validade.

A obra é dividida em 5 atos, escritos em verso. Macbeth e Banquo são generais do exército do rei da Escócia, Duncan. Algumas bruxas preveem que Macbeth será nomeado Barão de Cawdor, e que acabará sendo Rei da Escócia, e que Banquo será o pai de futuros reis.

Em pouco tempo, Macbeth foi nomeado barão e, a partir daí, tanto Macbeth quanto sua esposa, Lady Macbeth, começam a se sentir tentados pelo futuro.

Impulsionados por essa ideia, eles assassinam o rei Duncan, que está visitando seu castelo. Isso faz com que os filhos do rei fujam e, enquanto Macbeth mostra alguns sinais de arrependimento, ele toma o poder e começa a remover todos os obstáculos. Chegou a vez de Banquo, a quem Macbeth conseguiu matar, mas não seu filho Fleance, que conseguiu fugir.

Macbeth começa a se sentir assombrado pelo espírito de Banquo e decide consultar as bruxas. Eles dizem a ele que alguém que não nasceu de uma mulher será o único capaz de tomar o poder dele, e tome cuidado com Macduff, Barão de Fife, que se juntou ao exército que Malcolm, filho do assassinado Rei Duncan, está reunindo. na Inglaterra.

Lady Macbeth, entretanto, começa a perder a cabeça e acaba morrendo. No Ato IV, Malcolm atravessa a Floresta de Birnam e ataca. Na batalha, Macbeth descobre que quando Malcolm nasceu sua mãe já estava morta, então ele não nasceu de uma mulher e sim de um cadáver.

A profecia se cumpre, Malcolm mata Macbeth e retoma o trono de seu pai. Banquo, por sua vez, era considerado parente de Jaime I da Inglaterra, e essa previsão também se cumpriu.

Shakespeare era especialista em colocar seus personagens em meio aos conflitos entre o bem e o mal, e mostra a transformação de uma pessoa honesta em alguém louco de poder e ambição, capaz de matar para realizar seus planos.

O que, em termos trágicos, significa que esses personagens são incapazes de enfrentar seu destino e se autodestroem, vítimas de suas próprias paixões.

Referências

  1. Como escrever um Comentário Literário. Extraído de wikihow.com
  2. Crítica literária. Recuperado de theguardian.com
  3. Como escrever um comentário literário. Extraído de webdelprofesor.ula.ve
  4. Crítica literária. Extraído de en.wikipedia.org
  5. Análise literária obtida de roanestate.edu

[ad_2]

- Advertisement -
- Advertisement -
Stay Connected
[td_block_social_counter facebook="#" manual_count_facebook="16985" manual_count_twitter="2458" twitter="#" youtube="#" manual_count_youtube="61453" style="style3 td-social-colored" f_counters_font_family="450" f_network_font_family="450" f_network_font_weight="700" f_btn_font_family="450" f_btn_font_weight="700" tdc_css="eyJhbGwiOnsibWFyZ2luLWJvdHRvbSI6IjMwIiwiZGlzcGxheSI6IiJ9fQ=="]
Must Read
- Advertisement -
Related News
- Advertisement -