o que são, características, tipos, exemplos

0
38
Ciclos de SQL como se usan
Ciclos de SQL como se usan


O que são analogias?

As analogias São relações de semelhança que se estabelecem entre dois termos, conceitos ou ideias que podem ser diferentes entre si. São comparações baseadas em um ou mais aspectos que os elementos contrastados têm em comum.

Por exemplo, diga “Um velho é um livro” nos faz entender que à medida que envelhecemos acumulamos conhecimento, e que quando atingimos certa idade avançada, tudo o que aprendemos ao longo da vida é semelhante aos dados contidos em um livro.

Um ditado bem conhecido atestaria isso: “O diabo sabe mais porque é velho do que porque é diabo”, onde exatamente a mesma analogia é feita.

Para que servem as analogias?

A analogia nos ajuda entender novas teorias ou conceitosexplicar conceitos científicos, resolver novas dificuldades com base em problemas anteriores semelhantes e até mesmo prever eventos futuros com base em eventos passados, ou interpretar eventos presentes com características semelhantes a eventos passados.

É por isso que a analogia pode ser usada em várias áreas do conhecimentocomo linguagem e lógica formal, direito, filosofia, biologia ou geografia.

Em suma, uma analogia é a relação de semelhança entre dois elementos que não são completamente semelhantes, mas cada um contém uma característica semelhante.

Então a analogia é a base da metáforado símile, da comparação e da homologia, pois todas essas figuras retóricas se baseiam nas relações de semelhança entre um ou vários elementos.

Características das analogias

Os termos não são os mesmos

As coisas comparadas por analogia não são necessariamente semelhantes, isso não significa que haja igualdade absoluta. O significado ou um traço comum entre os termos é o que tornará a analogia possível.

Em outras palavras, a analogia implica semelhança, mas não igualdade.

permite aprender

Uma analogia ilustrará um fato, comportamento ou situação, que nos permitirá compreender outro de circunstâncias semelhantes. Isso promove o raciocínio e a busca por elementos semelhantes ou não, que serão úteis para inferir ou deduzir novos conhecimentos.

Fórmula

Seu esquema geral seria:

“A está para B como C está para D.”

É, então, tanto uma comparação entre conceitos ou ideias diferentes quanto uma semelhança, que por sua vez também é uma comparação. Aspectos comuns e incomuns podem ser relacionados dessa maneira.

A analogia é usada no cotidiano e em diferentes áreas do conhecimento

Sigmund Freud usou analogias em suas palestras para explicar suas teorias ao público. É uma estratégia que é amplamente utilizada no campo da aprendizagem.

Requer que ambos os interlocutores conheçam os significados

Para que uma analogia seja compreendida, é necessário que tanto o emissor quanto o receptor conheçam as semelhanças ou diferenças que possam existir entre os elementos comparados.

Tipos de analogias

Eles são divididos em dois grandes grupos, analogias simétricas e assimétricas, e estas, por sua vez, são divididas em mais tipos.

Analogias simétricas

Os termos apresentam certa equivalência entre si e podem ser intercambiáveis, pois compartilham conteúdo semântico. Eles são classificados em:

  • de sinonímia: é estabelecido entre dois termos sinônimos. Exemplo: claro – brilhante.
  • Por complementaridade: ocorre quando há uma ligação entre as palavras nomeadas que as une. Exemplo: sede – beber.
  • Analogia cogenérica: é estabelecido quando os termos comparados formam a mesma categoria ou a mesma classe. Exemplo: gato – felino.

Analogias assimétricas

As analogias assimétricas confrontam dois termos ou conceitos opostos e devem ser entendidas no contexto. Às vezes, eles podem levar a um paradoxo. Eles são classificados em:

  • por oposição: entre conceitos desiguais. Exemplo: feio – bonito.
  • de intensidade: entre duas palavras em que há uma relação de importância em relação à outra (maior ou menor). Exemplo: cinza – acinzentado.
  • analogia inclusiva: se estabelece entre a ideia do conjunto (todos) e um elemento (parte) do conjunto. Está subdividido em:
    • todo-o-terreno: pétala de flor.
    • Conteúdo-continente: cetáceo – baleia.
    • Gênero-espécie: euro – moeda.
    • Elemento de conjunto: serra – montanha.
  • Por localização: surge da zona de trânsito de um dos termos. Exemplo: livro – biblioteca.
  • Causa efeito: estabelecido por acaso. Exemplo: golpe – dor.
  • Sequencialidade: estabelecido pela sequência entre duas palavras. Exemplo: loteria – dinheiro.
  • Função: é estabelecido graças à função ou papel que as palavras cumprem. Exemplo: pincel – tinta.
  • Reciprocidade: acontece quando uma palavra implica necessariamente outra, precisa dela. Exemplo: carrasco – vítima.
  • Por produto: uma das palavras é o produto e a outra o produtor. Exemplo: romance – romancista.
  • Por instrumento ou meio: é estabelecido entre o objeto utilizado e o usuário. Exemplo: bisturi – cirurgião.
  • de recurso: definido quando uma palavra enfatiza um atributo ou característica da outra. Exemplo: ferocidade – leão.

exemplos de analogias

  • Um filho é para um pai o que um fruto é para uma árvore.
  • Minha casa é meu refúgio.
  • O veterinário é para os animais o que o médico é para as pessoas.
  • O colete salva-vidas é para a água o que o paraquedas é para o ar.
  • Os olhos são as janelas da alma.
  • Uma consciência culpada pesa como uma pedra.
  • Os braços são para o corpo humano o que as asas são para os pássaros.
  • Você é a luz da minha vida.
  • Às vezes nosso trabalho é o mesmo de Sísifo: carregar uma pedra morro acima para que quando ela chegue ela caia de novo, de novo e de novo.
  • Você é meu Romeu.
  • Aquela noite foi escura como a morte.
  • O pintor dominou os demônios da arte.
  • Você nada como uma sereia.
  • A cidade é uma selva de concreto.
  • Seus nervos estavam tensos como cordas de violino.
  • O amor que sinto é como um fogo que me devora.
  • Paris é para a França o que a Cidade do México é para o México.
  • A velhice é o inverno da vida.
  • Ele explodiu de raiva como um vulcão.
  • Bebia vinho como se fosse água.
  • O prefeito é como o presidente de um município.
  • Elisa parecia feliz como uma menina saindo da escola.
  • O cérebro é como um computador.
  • Sapos e cobras saem de sua boca.
  • Eu sou um túmulo.
  • Essa discussão foi como um desastre de trem.
  • O senhor é meu pastor.
  • Eu sou a ovelha negra da minha família.
  • Ela era a estrela da noite, ela cantava como anjos.
  • Seu olhar era tão intenso que parecia que ele estava tirando um raio-X.
  • Ele completou 85 invernos.
  • Os convites caem sobre mim.
  • A vida é uma tombola.