Qual é o sentido da vida para Victor Frankenstein?

0
61
English Questions and Answers For D...
English Questions and Answers For Daily Conversation - Part 36


Victor Frankenstein enojado por sua criação, 1831

O sentido da vida para Victor Frankenstein

Como um jovem estudante de medicina, Victor Frankenstein é obcecado em aprender “os segredos do céu e da terra”. No entanto, em uma ocasião, ele observa uma árvore ser atingida por um raio, chocando-o e perdendo o interesse pelo elixir e pela ciência.

Mais tarde, ele começa a se interessar por química e fica obcecado em criar vida. Após vários anos de estudo e experimentos, ele cria uma criatura, mas não gosta dela por sua feiúra.

Para Victor Frankenstein, o sentido da vida era descobrir a origem da vida e compreender o processo de criação. Ele queria ser o Promethean de seu tempo, mas no final percebeu que sua falta de respeito pela vida só havia criado monstros.

Quem é Victor Frankenstein?

Victor Frankenstein é um personagem fictício que aparece no romance de mesmo nome escrito por Mary Shelley. Na peça, Victor é um jovem cientista que fica obcecado com a ideia de criar um ser humano a partir das partes de outros seres humanos.

Depois de muitos fracassos, Victor finalmente consegue criar um monstro que ele chama de “Frankenstein”. Embora Victor pretenda que sua criação seja uma contribuição para a ciência, o monstro logo se torna um assassino implacável. Em última análise, Victor é perseguido até a morte pelo monstro.

Embora Victor Frankenstein seja um personagem fictício, muitos leitores interpretaram sua história como um alerta sobre os perigos da ambição científica desenfreada.

A personalidade de Victor Frankenstein

Dr. Frankenstein é um cientista obcecado em criar um ser humano artificial, e esse interesse muitas vezes o leva a fazer sacrifícios pessoais e morais.

Embora seja inteligente e capaz de alcançar seus objetivos, ele também é impulsivo e imprudente. Essas características podem ser vistas em sua decisão de criar um monstro a partir de cadáveres e também em sua subsequente recusa em assumir a responsabilidade por suas ações.

No geral, a personalidade do Dr. Frankenstein reflete as sombras que espreitam o coração humano, tornando-o um personagem fascinante e inesquecível.

A personalidade de Victor Frankenstein é complicada e enigmática. Embora extremamente brilhante, ele também é solitário e isolado. Ele acha difícil fazer conexões emocionais com os outros, o que o faz parecer frio e indiferente. No entanto, Frankenstein sente profundo amor e compaixão por sua criatura, a quem considera seu filho.